Rede dos Conselhos de Medicina
Conselhos Regionais investem em formação médica
O programa Educação Médica Continuada do CRM-PR alcançou mais de 4,5 mil participações presenciais e via web de médicos e estudantes de medicina
O programa Educação Médica Continuada do CRM-PR alcançou mais de 4,5 mil participações presenciais e via web de médicos e estudantes de medicina

A promoção e o apoio a atividades que visem o fomento da ética e a atualização do conhecimento são o foco de iniciativas patrocinadas pelos Conselhos Regionais de Medicina (CRMs), com o apoio institucional do Conselho Federal de Medicina (CFM). Ao longo do ano, cada entidade define ações que pretende desenvolver, as quais contribuem para o aperfeiçoamento dos médicos e aproximam os profissionais de suas instâncias de representação. O jornal Medicina apresentou um pouco do trabalho realizado em alguns estados, que são exemplos do que que ocorre no País afora.

Via web – O programa Educação Médica Continuada (EMC) do Conselho Regional de Medicina do Estado do Paraná (CRM-PR), só no primeiro quadrimestre de 2018, atingiu mais de 4,5 mil participações presenciais e via web de médicos e estudantes de medicina, em cursos e debates promovidos pela autarquia.

Em maio, o 2º módulo do II Curso de Atualização em Atendimento Pré-Hospitalar reuniu 343 médicos, estudantes de medicina, socorristas, emergencistas e enfermeiros sob o tema “trauma raquimedular” (TRM). O CRM-PR promoveu também um seminário sobre neuroética e os impactos sociais das neurociências, e participou da V Jornada de Hipertensão Arterial da Universidade Estadual de Maringá (UEM).

Curso realizado pelo CRM do Distrito Federal voltado a médicos residentes buscou destacar a importância da ética no exercício profissional
Curso realizado pelo CRM do Distrito Federal voltado a médicos residentes buscou destacar a importância da ética no exercício profissional

Residência – O exercício ético da medicina foi o tema do curso realizado no CRM do Distrito Federal (DF) aos médicos residentes, sendo oferecido durante todo o mês a 100 profissionais. As aulas foram ministradas na Escola Superior de Ciências da Saúde (Escs).

Buscando ensinar a importância da ética na profissão, o CRM-DF preparou um programa com temas atuais, abordados por nomes importantes da medicina e do meio jurídico. Alguns assuntos tratados foram: redes sociais; dinâmica dos Conselhos de Medicina; relação médico-paciente; publicidade médica; Serviço de Verificação de Óbitos (SVO) e atestado de óbito; morte encefálica; bases da bioética e decisões na alocação de recursos; condições de trabalho; sigilo médico; erro médico; atestado e relatório médico; e responsabilidade civil do médico.

O vice-presidente do CRM-DF, Thiago Blanco Vieira, crê que o curso pode sensibilizar os médicos a se interessarem pela atividade conselhal. “Tenho otimismo num futuro com mais jovens nos Conselhos Federal e Regionais de Medicina”.

Prevenção – Em Minas Gerais (MG), o CRM promoveu debate com coordenadores dos cursos de medicina da região metropolitana de Belo Horizonte sobre suicídio entre estudantes. Organizado pela Comissão de Integração com Faculdades de Medicina e Residência Médica, o encontro foi motivado pelo suicídio de dois estudantes de medicina do estado em novembro de 2017, com menos de dez dias de diferença entre cada caso.

“Acredito que só uma atuação conjunta entre instituições formadoras, familiares, amigos, entidades médicas e estudantis poderá reduzir essa crescente e preocupante epidemia de suicídio entre estudantes de medicina”, ponderou o conselheiro mineiro Victor Hugo de Melo, presidente da comissão.

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner