Rede dos Conselhos de Medicina
Decisão do TJDFT reitera que atividade do médico é de meio e não está obrigada a conferir o resultado
Sex, 25 de Setembro de 2020 18:28

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) emitiu uma decisão em que afirma que a responsabilidade do cirurgião plástico é subjetiva.

Por isso, caso um paciente não se sinta satisfeito com o resultado de um procedimento estético, a situação não pode ser caracterizada como erro médico.

O órgão acrescentou que cada organismo responde de forma diferente a uma intervenção médica e isso pode não corresponder às expectativas do paciente.

Fique por dentro! 

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner